terça-feira, 16 de outubro de 2012

PARA SE VIVER UM GRANDE AMOR



Para se viver um grande amor há que ser mais que paixão
Há que ser o equilíbrio da emoção e da razão
Há que se estabelecer entre os extremos o meio.
Encontrar entre cada forma de se exprimir o modo certo
Como a temperatura exata que aqueça nas noites de frio
E o frescor nas tempestades de verão,
Como o sentido que se busca no infinito impresso nas cores
Nas telas, nos poemas que se aprecia a dois
No amor que te faço
E no depois
Quando tomo a tua mão.

Há que se romper a solidão das multidões, saber recolher
Cristais rompidos, reconstruir e purificar,
Elastecer conceitos, rever defeitos fazer "mea culpa"
Saber pedir desculpa quando consciente do ato falho.

Para se viver um grande amor há que se colher a lágrima,
Aquela derramada da própria face e a causada.
Há que se acatar a lástima sabendo que a arte de apaziguar
Faz parte do encantamento verdadeiro, pois quando se quer bem a alguém,
É preciso lutar pela paz.

É preciso lutar para se viver um grande amor.
É preciso ter a coragem dos loucos
O coração dos gigantes
E ser leve como um anão
Para que não se carregue o peso das mágoas.

Para se viver um grande amor há que se permitir evolução conjunta,
Há que haver igualdade de condições, para que ambos vibrem.
Assim, ainda que transitoriamente quando um vá ao chão,
E tornando-se pó, filho da terra, o outro lhe estenda a mão, como espelho,
Elemento do cosmos, parte do todo, para que volte, partícula oculta,
Em semente, flor e posteriormente fruta!

O amor frutificará primeiro em dois, depois em três.
Elemento primordial e quinto elemento.

Para se viver um grande amor hoje, logo mais, amanhã,
Há que se amar a si em primeiro lugar, e se amando tanto e de forma
Espetacular, desejando tanto bem ao outro dar, inclusive, o direito de escolha
Para que voe entre as estrelas, entre cada instante que ainda possa habitar,
E lá de cima, veja o brilho, a imanência espectral do espírito
Que de tanto amor, só o bem é capaz de desejar.

Enfim, para se viver um grande amor, creia, e jamais deixe de amar.  
 

Um comentário:

  1. Mirian, muito belo este seu texto. Sensato e realista.
    Parabéns!

    ResponderExcluir